Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Curso de Cultura Geral (12 Fev 2017)

"Retrato do artista quando jovem": título famoso de James Joyce, peça basilar no percurso da tradutora Vera San Payo de Lemos, ponto de partida para o programa de hoje. Quando jovem, a escritora Isabela Figueiredo viveu em Moçambique, foi testemunha do 25 de Abril e da descolonização. António Jorge Gonçalves viajou com Tintim até ao Tibete. 

Claro que podemos deter-nos aqui e perguntar a que é que corresponde esse ser jovem, quando termina esse estado, que coisas continuam a deixar marca quando já não somos jovens, se alguma vez deixamos de ser essa folha cada vez menos branca, onde tudo se inscreve. E nem todos somos artistas, bem entendido. 

Duas das convidadas, são professoras. Gostaria de as ouvir sobre o aprender e o ensinar, o encontro com os alunos e os professores, um texto de Brecht, um poema de Pessoa. O outro convidado, é ilustrador, um viajante, um dia encontrou um brinquedo feito a partir de uma lata de coca-cola no Vietname. 

 

A lista de António Jorge Gonçalves, ilustrador: 

     1. Ler A menina do Mar de Sophia;

  1. Ouvir em concerto a suite orquestral N° 3 (air)_BWV 1068, de Bach;
  1. Ler Tintin no Tibet de Hergé;

     4. Ver na Gulbenkian a pintura "O Naufrágio do Minotauro" de Turner;

  1. 2001 Odisseia no Espaço de Kubrick;
  1. A Guerra do Fogo de  J.-H. Rosny Aîné;
  1. Ouvir/ver em concerto o Miles Davis no coliseu de Lisboa;
  1. Atravessar de piroga, sentado numa vaca, da costa de Madagascar para a ilha de St. Marie;
  1. O Castelo de Kafka;
  1. Encontrar helicóptero-brinquedo-de-lata-coca-cola, no Vietname.

 

A lista de Isabela Figueiredo, escritora e professora: 

  1. Ter despertado para a vida em Moçambique e ter sido testemunha do 25 de Abril e da descolonização;
  1. Ter sido leitora do Diário de Notícias e da revista Mulheres;
  1. Ter ouvido People Have The Power de Patty Smith;
  1. Viagem a Itália e à Índia aos 22 anos;
  1. Os poemas A fermosura desta fresca serra, de Camões, Poema em Linha Reta, de Álvaro de Campos, o Em todas as ruas te encontro, de Mário Cesariny e Quando, de Sophia de Mello Breyner;
  1. Ter sido aluna de Abel Barros Baptista;
  1. O Amante de Marguerite Duras; Laços de Família de Clarice Lispector; Comunidade de Luiz Pacheco; Desgraça de Coetzee;
  1. Magnolia, Paul Thomas Anderson; Coração de Cão de Laurie Anderson;
  1. Calvin e Hobbes de Bill Watterson;
  1. Todos os programas dos Gato Fedorento. 

 

A lista de Vera San Payo de Lemos, tradutora e professora: 

  1. Mitologia grega

(Antígona, de Sófocles; Antígonas, de George Steiner; Cassandra, de Christa Wolf; a tetralogia dos Átridas, encenada por Ariane Mnouchkine no Théâtre du Soleil)

  1. Bertolt Brecht, Teatro 1, 2, 3, 4, Lisboa, Livros Cotovia.
  2. James Joyce, Retrato do artista quando jovem, Lisboa, Relógio D’Água, 2012.
  3. Johann Wolfgang Goethe, Viagem a Itália 1786-1788, Lisboa, Bertrand Editora, 2016.
  4. San Payo. Retratos, Catálogo, Lisboa, Museu do Chiado, 1995

(Inge Morath, Road to Reno, Journey to Russia)

  1. Wilhelm Müller/ Franz Schubert, Viagem de Inverno
  2. Viena (e a partir daí Eslovénia, Trieste, Ístria, Budapeste): Freud, Elfriede Jelinek
  3. Johann Sebastian Bach, Prelúdios e fugas; cravo bem temperado
  4. Mathias Grünewald, Retábulo de Isenheim em Colmar
  5. Pina Basch, Café Müller

 

 

 

Em destaque

Entradas recentes