Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ler Eugénio de Andrade no Chiado

Eugénio de Andrade é um clássico e é um revolucionador da poesia portuguesa: "com ele a poesia deixa de ser veículo e torna-se substância de si", diz José Tolentino Mendonça. Passaram mais de 10 anos sobre o desaparecimento do autor de As Mãos e os Frutos. Em breve, teremos nas livrarias um volume com toda a poesia reunida a partir da última edição revista em vida pelo autor e com prefácio de José Tolentino de Mendonça. É com este poeta e um outro enorme poeta, Gastão Cruz, que vamos celebrar Eugénio, lê-lo, pensá-lo, no Ler no Chiado de Dezembro. Na Bertrand do Chiado, dia 6 de Dezembro, às 18.30. 

Em destaque

Entradas recentes