Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anabela Mota Ribeiro

Lilia Schwarcz e Heloisa Starling (s/ Brasil)

06.04.18
Lilia M. Schwarcz e Heloisa M. Starling quiseram, não “contar uma história do Brasil, mas fazer do Brasil uma história”. Traçar uma biografia, destacar personagens que habitam uma casa grande (e não apenas os senhores), apontar datas fracturantes, movimentos (...)

Tom Jobim

25.01.18
A conversa sobre a morte não era recorrente. Tom Jobim falava de bichos, música, chopp, papo furado. Falava sobre árvores, que um dia apresentou ao filho como se apresentam pessoas. Sobre o mundo, o Brasil, o Rio, (cidade linda e dissipante, como um dia a descreveu). Mas (...)

Maria Bethânia

06.07.17
«Essa mulher exótica, muito chique numa foto dos anos 60, comemora 35 anos de carreira com um show no Canecão. Você sabe quem é? Veja na página 20». A legenda, datada de Novembro de 2001, ocupava a coluna da esquerda de uma página do Jornal do Brasil. A mulher (...)

Luís Fernando Veríssimo

12.11.16
Luís Fernando Veríssimo é o autor mais popular no universo da língua portuguesa. Vendeu mais de cinco milhões de livros. Goza de uma reputação única – por causa do humor, da ironia, da faca afiada sobre a sociedade brasileira, sobre o mundo. Por causa da (...)

Paula Morelenbaum

22.07.13
Quando entrevistei Paula Morelenbaum, ela acabara de lançar em Portugal o seu segundo álbum a solo, Telecoteco. A cantora brasileira é casada com o músico Jaques Morelenbaum e juntos têm uma filha, Dora. Vive no Rio, e quando está em digressão, pelo mundo todo. (...)

Roberta Sudbrack

28.05.13
A cozinha está na moda. Roberta Sudbrack também. Repetidamente considerada uma das melhores chefs brasileiras, foi durante anos a responsável pela cozinha do palácio presidencial. Recebe no seu restaurante junto ao Jardim Botânico, no Rio de Janeiro, como quem recebe (...)

Fla-Flu no Maracanã, com Nelson Rodrigues

19.05.13
No último domingo de Agosto [de 2008], fui ao Maracanã ver o Fla-Flu. Na verdade, fui à bola com Nelson Rodrigues – que era tudo o que me interessava. Porquê? Porque o Nelson Rodrigues escreveu coisas deste calibre: “Pelé põe-se por cima de tudo e de todos. E (...)