Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anabela Mota Ribeiro

A Casa de Saramago

13.06.18
A última grande erupção foi no século XVIII e durou seis anos. Foi nas Montanhas de Fogo de Timanfaya, um lugar estranho que nos faz andar na Lua e onde dormem cerca de 300 vulcões. A cor de Lanzarote é a de um tição apagado numa lareira. Os elementos mexem (...)

José Saramago: o Nobel

23.01.18
Um momento de glória. Quando chega a uma escola nova e dá um único erro ortográfico no ditado: escreve “calsse” em vez de “classe”, e passa para a carteira do melhor. “Foi aqui, agora que o penso, que a história da minha vida começou”. Outro momento. (...)

Pilar del Río

23.01.18
Mesmo depois de ser Pilar Saramago, ela continuou a ser Pilar del Río. Mesmo depois de ter abdicado em favor do talento dele, do projecto dele, continuou a ter identidade própria, vida própria. Aparentemente vive em função dele. Mas não. É certo que abandonou o seu (...)

José Saramago ("A Viagem do Elefante")

15.11.17
José Saramago num sábado à tarde. Sala aquecida, luz fria de um Inverno que ainda não é, chilreio de meninos que passam no bairro. Talvez de alguns pássaros, também. Ele parece ser maior do que a casa; melhor, as pernas parecem não caber no sofá, no espaço (...)

José (Saramago) é mexicano

30.07.17
1. Nunca estive no México com Saramago. Estive no México com José. Conheci em território zapatista um escritor que ganhou nome próprio numa terra estranha. Estranha de estrangeira. E logo familiar, de casa, que é onde as pessoas são pessoas de nome próprio. Apelidos (...)

José Saramago ("As Pequenas Memórias")

25.07.17
José Saramago tem 84 anos e volta “ao fundo movediço, composto de restos, de detritos de tudo e de todos” onde fica a infância. Volta à Azinhaga, aos pais, “migrantes empurrados pela necessidade”, aos quartos com serventia de cozinha nas casas partilhadas de (...)