Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anabela Mota Ribeiro

O dia em que conheci Chico Buarque

14.05.18
No dia em que conheci o Chico Buarque, ele vestia uma camisola azul. Pormenor insignificante, azul inesquecível. Recomeço: no dia em que conheci o Chico Buarque, ele tinha acabado de ler um artigo que eu tinha escrito sobre Budapeste. Foi pouco depois dos meus anos, em (...)

Somos Douro

19.12.17
O Douro é um poema geológico, disse Miguel Torga. Sendo poema, tem um corpo difícil de circunscrever. Douro é o rio e o seu curso? Douro é a delimitação administrativa que abrange um determinado número de municípios? Douro são as pessoas que estão nesta terra e (...)

P/ Mª Filomena Molder, 36 anos da FCSH

10.10.14
1. Não queria ser pomposa ou resvalar para uma erudição, que não tenho como devia, nesta apresentação que vou fazer. Mas trago Dante e a Divina Comédia para começar a falar convosco, esta tarde. Começa assim o longo poema, de 14 mil versos, que o poeta italiano (...)

Os meus dez filmes

10.09.14
Os meus dez filmes (assim de cabeça, ou melhor, de coração, e no momento): 1º Madame de…, Max Ophuls (empatado com Carta de uma Desconhecida e o Lola Montes) 2ª Primavera Tardia, Ozu (mais os outros Ozus todos, é claro) 3º Viagem a Itália, Rossellini (empatado, (...)

Os meus dez livros

09.09.14
Os meus dez livros (assim de cabeça, ou melhor, de coração, e no momento): 1º Memórias Póstumas de Brás Cubas, Machado de Assis (e Dom Casmurro, como se com as MPBC formasse um díptico) 2º Viagem a Itália, Goethe (qualquer um de Goethe, mas este é aquele a que (...)

A minha tara

19.07.13
A minha taradice maior, sem dúvida, é a arrumação. Lamento se a um segundo de expectativa sobreveio uma decepção mortal. Au revoir aos que ficam por aqui. Posso alimentar a curiosidade e dizer que também tenho uma grande tara por Nápoles, que é a cidade mais (...)