Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anabela Mota Ribeiro

Maria de Sousa e Sobrinho Simões (s/ Cancro)

27.08.18
A má notícia: um em cada três portugueses nascidos na última década terá cancro. A boa notícia: mais de metade dos doentes com cancro vai sobreviver à doença. Nas próximas páginas, a cientista Maria de Sousa e o patologista Manuel Sobrinho Simões fazem (...)

Dolores Aveiro

11.07.18
Dolores Aveiro é a mãe de Cristiano Ronaldo, como toda a gente sabe. Tem uma história de pessoa humilíssima que sonhou o sonho de ser feliz. O discurso oscila entre o pungente e o cru. De uma violência de que parece não se dar conta ou, simplesmente, com que aprendeu (...)

Uma Nêspera no Cu

09.07.18
Pertence ao grupo de um milhão e duzentas mil pessoas que ouviram Uma Nêspera no Cu? Se sim, sabe que o podcast de Bruno Nogueira, Filipe Melo e Nuno Markl é um exercício de liberdade a que também se pode chamar uma grande maluqueira. Se não, é melhor saber desde já (...)

Ana Margarida de Carvalho

04.06.18
Ana Margarida de Carvalho, licenciada em Direito, jornalista, escritora. O seu livro “Que Importa a Fúria do Mar” foi finalista em vários prémios, tendo vencido o Grande Prémio de Romance APE, em 2014.   “Carta a Meus Filhos sobre os Fuzilamentos de Goya”, de (...)

António Arnaut

21.05.18
António Arnaut cita o amigo Miguel Torga: “A liberdade é uma penosa conquista da solidão” para dizer que às vezes se sente sozinho. “Mas sou livre. Posso dizer o que entendo.” Descreve, então, com toda a liberdade, a descaracterização que esquerda e direita (...)

"Se Isto é um Homem"

14.05.18
Falamos de desumanidade?, inumanidade? De que falamos quando falamos dos campos de concentração e extermínio e da Segunda Guerra? Auschwitz foi libertado a 27 de Janeiro de 1945. Primo Levi viu uma brecha nessa madrugada que lhe permitiu pensar no regresso a casa. No livro

Violência Doméstica: o caso de Rosa

14.05.18
“A nossa relação caminhava para lado nenhum. Pior: caminhava para a minha destruição. Tínhamos uma dinâmica negativa, pesada, sofrida, louca. Era também assim que me sentia. Eu não era mulher para ele: não era obediente, nem carente, nem frustrada. Não me (...)