Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anabela Mota Ribeiro

Caravaggio

02.04.18
Na pequena enseada que serve a vila portuária de Porto Ercolo, um homem espera um barco. Um barco que nunca chega. Votado a uma solidão abjecta, sucumbe à febre, (malária, crê-se), que o consome desde há muito, e falece sem assistência ou honras fúnebres. (...)