Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anabela Mota Ribeiro

Jorge Silva Melo

27.03.19
“E os dias que não estive junto deles, a decifrar-lhes a letra miudinha, como os recuperar? Porque gostava de ser lembrado como alguém que, como os gatos, se passeou, um «flâneur». E gostava de escrever com a independência do Garret das «Viagens», também (...)

Curso de Cultura Geral (15 Jan 2017)

16.01.17
Há uma canção de Caetano Veloso chamada "Livros". Ele escreve: "os livros são objectos transcendentes. São como a radiação de um corpo negro apontando para a expansão do universo". Os livros, a palavra, a cultura, num sentido amplo, é o que pode lançar mundos no (...)

Jorge Silva Melo ("Esta Noite Improvisa-se")

29.09.14
“Esta Noite Improvisa-se” é uma exortação à liberdade. Por vezes interrompida pela contingência. Um carrossel frenético que fenece a duas voltas do fim. O debate de uma questão central na obra do autor italiano: o que é que é da arte, o que é que é da vida?

Jorge Silva Melo (Quest. Proust)

28.08.13
Proust disse que uma necessidade de ser amado e cuidado era a sua característica mais marcante. Mais do que ser admirado. Qual é a sua? Gostava que fosse a capacidade de admirar. Gosto de ser eu quem ama.   Qual é a qualidade que mais aprecia num homem? Proust falou (...)