Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anabela Mota Ribeiro

Ler Eça de Queiroz no Chiado

18.09.18
Carlos da Maia e Maria Eduarda, o Conselheiro Acácio e a Criada Juliana, Amaro e Amélia, Jacinto, uma pele com a "brancura tenra e láctea das louras", o incesto, o escândalo, a Lisboa do século XIX, uma pena corrosiva, o Eça. Passam 130 anos desde a publicação de Os (...)

Ler no Chiado: Lisboa!

21.06.18
Os espanhóis Rosa Cullell e Javier Martín escreveram "Lisboa, a minha e a tua", um guia da cidade que é também um diário das suas vidas aqui. Joana Stichini Vilela nasceu na capital, escreveu sobre a Lisboa que está para trás nos livros Lx 60, Lx 70 e Lx 80. Fernando (...)

Ler poetas brasileiros no Chiado

12.05.18
Um Ler no Chiado para falar de Chico Buarque? Sim. E de Vinicius de Moraes e de Drummond e de Manuel Bandeira e de Cecília Meireles e de Ana Cristina César... Do ondular único da poesia brasileira. Partindo destes poetas, poetinhas, dos que, "como os cegos, podem ver na (...)

Ler no Chiado no dia da Poesia

14.03.18
No Ler no Chiado vamos conjugar o verbo poetar no dia 21 de Março.  Com a ensaísta e poeta Maria João Cantinho, a cantora Márcia (que vai trazer poemas-canções) e o jornalista e director do Expresso Pedro Santos Guerreiro.  Todos são grandes leitores de poesia e (...)

Ler no Chiado os surrealistas, os libertinos, os malditos

01.02.18
Vamos Ler no Chiado os iconoclastas: os surrealistas, os libertinos, Mário Cesariny, Alexandre O'Neill, os que não cabem em nenhuma catalogação. Com Eliane Robert Moraes, professora da Universidade de São Paulo, organizadora da Antologia de Poesia Erótica Brasileira, (...)

Ler Eugénio de Andrade no Chiado

04.12.17
Eugénio de Andrade é um clássico e é um revolucionador da poesia portuguesa: "com ele a poesia deixa de ser veículo e torna-se substância de si", diz José Tolentino Mendonça. Passaram mais de 10 anos sobre o desaparecimento do autor de As Mãos e os Frutos. Em (...)

Ler Anne Frank no Chiado

29.10.17
70 anos depois, porque é que continuamos a ler o Diário de Anne Frank? O que lemos nesse testemunho imenso, doloroso, histórico escrito por uma menina adolescente?A primeira edição é de há 70 anos, a primeira entrada no diário é de 1942. A reflexão que vamos fazer (...)