Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anabela Mota Ribeiro

Officina di Santa Maria Novella

28.10.20
Há quem diga que a Officina Profumo-Farmaceutica di Santa Maria Novella é a loja mais bonita do mundo. Fica numa rua discreta de Florença, a dois passos da igreja e do convento fundado por monges dominicanos no século XIII. Vende pomadas, bálsamos, sabonetes, perfumes, (...)

As Casas de Pablo Neruda

26.10.20
Quando se fala das casas de Pablo Neruda, fala-se de Isla Negra, La Chascona, da casa de Valparaíso. São casas-barco de onde se vê o mar, porto seguro do poeta chileno. Parecem-se umas às outras e não se parecem às outras casas. Em todas há objectos recolhidos entre (...)

Deserto do Atacama (Chile)

26.10.20
Puras piedras viejas. Esta frase deve ler-se com vagar, como quem soletra, fazendo uma pausa entre cada uma das palavras. Com algum desdém. Deve ler-se com a intensidade de quem pronuncia “puras piedras” como se as duas palavras formassem um sopro, um hálito (...)

Isabel do Carmo (dicas p/ emagrecer)

13.10.20
Ficar mais magro de um dia para o outro: pode-se? Não. Pode-se ficar menos pesado de um dia para o outro se se tomaram diuréticos e laxantes. Não mais magros, mas menos pesados. Por uma manobra dessas (diuréticos e laxantes), perde peso à custa da eliminação de (...)

Isabel do Carmo (s/ comida)

01.10.20
Isabel do Carmo é endocrinologista. É uma das maiores especialistas portuguesas em obesidade e comportamento alimentar. No seu consultório a fila de espera é de meses. Tem desenvolvido um trabalho intenso com anorécticas. Pensa que a bulimia é o paradigma da sociedade (...)

Clara Ferreira Alves

06.09.20
Clara Ferreira Alves, “como toda a gente sabe”, vende opiniões. As suas opiniões são lidas, comentadas, elogiadas, vilipendiadas. Tem seguidores e detractores como todas as figuras carismáticas. Formou-se em Direito, é colunista do Expresso e comentadora do (...)

Costiera Amalfitana

10.06.20
Nao havia rosas em Paestum. Mas a Primavera despontava nas colunas do templo de Neptuno.  Tento imaginar quantas pessoas seriam precisas para abraçar uma coluna, se as colunas pudessem ser abraçadas. Não podem. Uma cerca de madeira protege os templos, barra o acesso. (...)