Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anabela Mota Ribeiro

Frida Kahlo

22.08.19
Frida Kahlo chora copiosamente. Chora o corpo martirizado, esventrado, prestes a desconjuntar-se, suspenso por uma coluna romana. A coluna (a espinha), igualmente em processo de desmoronamento, mantém-se erguida com a ajuda de um corset feito em aço. Esta mulher llorona, (...)