Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Anabela Mota Ribeiro

A casa de Anne Frank

26.01.23
“Viajámos num comboio comum de passageiros. (...) Anne não saía da janela. Lá fora era Verão. Pradarias, campos de restolhos, vilas voavam. Os fios telefónicos à direita, ao longo do caminho, dançando para cima e para baixo acompanhando as janelas. Era como se (...)

Ivo Pitanguy

24.01.23
O mais famoso cirurgião plástico do século XX cruzou o mundo como se ele fosse um mapa estendido sobre a mesa. Sabe o que é a joie de vivre. Tem muito para contar. Esta foi uma entrevista exclusiva para a Pública. Chegámos à ilha de helicóptero. Uma ilha no (...)

Lilia Schwarcz e Heloisa Starling (s/ Brasil)

09.01.23
Lilia M. Schwarcz e Heloisa M. Starling quiseram, não “contar uma história do Brasil, mas fazer do Brasil uma história”. Traçar uma biografia, destacar personagens que habitam uma casa grande (e não apenas os senhores), apontar datas fracturantes, movimentos (...)

Maria Emília e Nuno Brederode Santos

13.11.22
Quem é que os fez empenhados politicamente? O pai, o país, um tempo? Maria Emília e Nuno Brederode Santos são irmãos. Viveram intensamente alguns dos momentos mais marcantes da história recente. As crises académicas dos anos 60, o 25 de Abril, e antes disso, no caso (...)

Álvaro Siza Vieira

13.11.22
Não a propósito da arquitectura, mas do desenho, tinha dito: “Há uma ligação entre mão e mente muito estreita”. Ao longo da entrevista, procurou-se essa ligação. Falou dele próprio e menos do génio mundialmente conhecido por Siza Vieira. Nasceu em 1933. O dia (...)

Gonçalo Ribeiro Telles

01.11.22
É um monárquico que viveu sob o signo da República. “Eu não me importo nada de servir a República. Tenho bilhete de identidade, servi, fui deputado”. É um arquitecto paisagista que fala de jardins como se falasse do paraíso. “Na Bíblia, quando se fala do (...)

Cancro da Mama - testemunhos

26.10.22
São mulheres como outras quaisquer. Mulheres como nós. A quem “aquilo” aconteceu. Porquê a elas? Porquê a mim? – perguntam-se, sem excepção. Aquilo: cancro da mama. Falam de um mundo que desaba e de uma força estranha que as impele a continuar. Falam do cabelo (...)